Publicado por: diariodeumanoiva | Março 24, 2008

Para quando casar na própria repartição de Finanças? Seria mais simples?

Car@s Amig@s,

 como todos nós sabemos, já é tão complicado e toma tanto do nosso tempo a preparação de um casamento, quanto mais…se tivermos as Finanças ao pé! “Então, quanto pagou pelo bouquet? E o vestido foi oferecido? Por uma tia no Brasil? então peça lá à tia o recibozinho s.f.f….”

Não desesperem. Afinal, foi um grande alarido sem propósito total e, no fundo, para o nosso próprio bem. Para nos proteger de alguns profissionais de restauração não tão profissionais assim, que poderão enganar o fisco, declarando valores errados, só podendo ser confrontados com os recibos dos nubentes e organizadores de festas…

Pois bem, leiam “O Público” e ficarão esclarecidos!

 http://economia.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1323503&idCanal=57

Mas, cá entre nós, que cheira a invasão de privacidade, lá isso… 

Quanto a este blogue, estive fora uns dias, mas já voltei, com ideias e novidades, que partilharei ainda esta semana!


Responses

  1. http://makejetomosso.wordpress.com/2008/03/24/um-casamento-de-sonho/
    Cumprimentos


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: